Devoção - - anunciadoresdamisericordia

Ir para o conteúdo

Menu principal:


A devoção ou culto a divina misericórdia ou a Jesus misericordioso surgiu o nome das aparições de Jesus a Santa Faustina Kowalska. Ela é uma religiosa polonesa da congregação das irmãs de nossa senhora da misericórdia, e durante sua vida não ocupou posições de grande importância, antes, ocupou-se de coisas simples como cozinha, padaria, portaria, sacristia e jardinagem.

Foi a ela que Jesus revelou novas formas de culto à Jesus misericordioso que quero dividir em seis pontos:

1- CONFIANÇA EM JESUS MISERICORDIOSO

O padre Rozicki, primeiro teólogo a estudar integralmente todos os escritos de Santa Faustina a pedido de São João Paulo ll , conclui que para haver autêntica devoção à Jesus misericordioso deve existir da parte do homem uma grande confiança dos homens Nele.

Sem essa confiança d pessoa em Jesus misericordioso não adianta venerar a imagem da misericórdia, nem rezar terço da misericórdia ou celebrar a hora d misericordia, a festa da misericórdia e propagar a misericórdia, pois sem confiança em Jesus misericordioso não existe verdadeira devoção à Divina misericordia, ao passo que mesmo que não existissem as outras formas de culto reveladas por Jesus a Santa Faustina se restassem somente a confiança na misericordia de Deus teríamos autêntico devoção à Jesus misericordioso.

Diário 548: EU ME FAÇO DEPENDENTE DA TUA CONFIANÇA, SE ELA FOR GRANDD A MINHA GENEROSIDADE NÃO TERÁ LIMITES.

2- IMAGEM DE JESUS MISERICORDIOSO

A primeira aparição de Jesus misericordioso se deu a Santa no dia 22 de fevereiro De 1931 na cidade de Plock.  Jesus dar uma ordem explícita a Santa Faustina para que ela mande pintar uma imagem De acordo com o modelo que ela estava vendo com Inscrição Jesus eu confio em vós.

Essa imagem retrata um encontro de Jesus com os apóstolos depois da ressurreição no cenaculo Onde ele instituiu o sacramento da confissão. O diferencial da Imagem são os raios vermelhos e pálidos que saio do coração de Jesus.

João 19,34 Nos fala que um soldado. Pegou a lançar e transpar o Coração de Jesus, e, dele Jorrou sangue e água.Jesus pede que esse imagem seja venerada primeiramente na capela das irmãs depois ela será venerada no mundo inteiro. Disse também que por meio desse imagem deseja conceder muitas graças às almas e por isso que todos tivessem acesso a ela.

3-TERÇO DA MISERICÓRDIA

Um Dia Santa Faustina estava Rezando, quando viu o Ânjo executor da Ira divina, Que Iria Castigar determinada região da Polônia. Faustino começou a rezar mas diante da sua impossibilidade de não ser ouvida depois de algum tempo  Ela começa a rezar com palavras ouvidas interiormente E percebe que nessas palavras a poder para detê ação do anjo executor Da ira divina.

Essas palavras são: eterno Pai, eu vos ofereço o corpo e o sangue, alma e divindade,De vosso diLetíssimo filho nosso senhor Jesus Cristo, Em expiação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro pela sua dolorosa paixão tende misericórdia de nós vento. Alfim dizer três vezes: Deus Santo, Deus forte, Deus imortal tende piedade de nós do momento.

Jesus misericordioso e sugeriu aos padres Que recomendo esse terço a todos os sacerdotes que o recomendem aos pecadores como a última tábua de salvação, pedindo que se rezasse o mesmo como a última tábua de salvação.

4- FESTA DA MISERICÓRDIA

Imediatamente após a revelação da imagem agem de Jesus misericordioso a santa Faustina Jesus pois a mesma que célebre a festa da misericórdia. O primeiro domingo depois da Páscoa deve ser o domingo da misericórdia.

Jesus misericordioso deseja:

1-Que a festa seja refúgio e abrigo para os pecadores.
2-Que a imagem seja exposta e venerada publicamente.
3-Que seja pregado sobre a sua misericórdia.
4-Deseja conceder indulgência plenária e aos que confessarem comungarem nesse dia.
5-Deseja consolar o mundo inteiro.
6-Deseja derramar um Mar de graças sobre as almas nesse dia.
7-Deseja todos pecadores não tenho medo de se aproximar da sua misericórdia ainda que seus pecados sejam como escarlate.

5-HORA DA MISERICÓRDIA

Existem duas passagens no diário de Santa Faustina onde Jesus insiste sobre a hora da Misericórdia. a primeira É o número 1320 onde Jesus pede pras 3h00 da tarde, se implore a misericórdia Especialmente pelos pecadores, e ao menos por um breve momento, se reflita sobre a sua paixão. Ele permitirá que se penetre na sua tristeza mortal. Disse que nada negar a alma que Pedir pela sua paixão.

Outro número onde Jesus fala sobre a hora da Misericórdia eu 1572: às 3h00 da tarde, se deve mergulhar na misericórdia, adorava e glorificar. Deve se implorar a onipotência dela em favorDo mundo inteiro especialmente pecadores. Nessa hora, você virar tudo para ti e para o jogo. Pede para rezar a via-sacra, se não poder a via-sacra, Ao menos fazer uma visita ao Santíssimo, se não puder se quer isso, parar por um momento onde estiver, ainda que seja por um breve momento e pensar na misericórdia.

6- PROPAGAÇÃO DA MISERICÓRDIA

Podemos dizer que a propagação da Misericórdia sempre esteve nos planos de Jesus misericordioso. Basta observar, que ao pedir a Santa Faustina, que pinte uma imagem de acordo com modelo que ele está vendo, ele completa, desejo que essa imagem seja venerada da primeiramente na capela das irmãs e depois no mundo inteiro.

Depois ele pede a Santa Faustina que escreva o diário isto é, que anote todas as experiências que ela tem com ele, para que as pessoas olhem esses escritos experimento em consolo na alma eu tenho coragem de se aproximar dele. Além do mais Jesus está pensando nas pessoas para que elas tem um subsídio para divulgação da sua misericórdia. Dessa forma podemos acreditar que Jesus deseja que a sua misericórdia seja conhecida por todas as pessoas sem exceção, o que deseja salvar a todos os homens.

Ao sacerdotes ele promete que os pecadores de coração endurecido se entenderam diante das palavras deles, quando falarem da sua misericórdia, da compaixão que ele tem para com os mesmos do coração. Promete ainda ao sacerdotes que proclamarem glorificarem sua misericórdia dar um poder extraordinário, ungindo suas palavras, e tocando os corações daqueles que os ouvirem.

Jesus promete ainda as almas que divulgar o curso da sua misericórdia, defendê-las por toda vida como materna mãe defende seu filhinho, na hora da morte não ser juiz para elas, mas sim o Salvador misericordioso. Pede que façamos tudo que estiver ao nosso alcance pela divulgação da Misericórdia, ele completará o que não conseguirmos.


Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal